Marcadores

quinta-feira, abril 17, 2014

Polícias Civil e Militar prendem 13 envolvidos em crimes em São Miguel do Guamá

Presos
Presos

As Polícias Civil e Militar divulgaram, nesta quarta-feira, 16, as prisões de 13 pessoas envolvidas em diversos tipos de crimes, na região de São Miguel do Guamá, nordeste paraense. Eles são acusados dos crimes de tentativa de homicídio, roubo, tráfico de drogas, violência doméstica e furto. Entre os presos está Cristi Bruno Almeida da Silva, de apelido "Bruno", por tentativa de homicídio. Ele é acusado de fazer um disparo de arma de fogo contra a ex­-namorada e de ter agredido fisicamente a vítima. Sob acusação de tráfico de drogas, foram presos Orivaldo Mendes da Silva, 23 anos; Julian Trindade Travassos, conhecido como "Preto da Baixada", e Francisco Lopes da Paixão, de apelido "Neném". Destes, Julian é foragido do presídio de Paragominas.
Já Francisco Paixão também responde a processo criminal acusado de envolvimento em um homicídio contra o vigia de uma serraria. Ele teria sido preso anteriormente em Paragominas e Abaetetuba com nomes falsos. Ainda, durante as ações policiais, foi preso, por furto em uma residência, Joelma da Costa Santos, 23, e Dayseane Corrêa Pompeu, 22, que saquearam peças de roupas de marca do interior do imóvel. As operações integrantes também desarticularam um esquema de arrombamentos de estabelecimentos comerciais na cidade.
Márcio Marinho Ramos, 25; Sebastião dos Anjos Pereira, 24; Mizaerlem Castro de Souza, 21, de apelido “Miza”, e Timoteo Figueiredo Nogueira da Silva, 23, conhecido como “Correria”, foram presos apontados como envolvidos nos crimes. As ações policiais combateram ainda a prática de violência doméstica contra a mulher. Cleiton Santos de Oliveira Cavalcante, 26, foi autuado em flagrante após agredir fisicamente a ex­-companheira.
O trabalho policial tirou de circulação das ruas da cidade dois acusados de roubos. Antônio Marcos dos Santos, 25, e Antonio Jonathas Albuquerque Lima, 20, de apelido “Jonh Jonh", foram presos em flagrante após os delitos. Outros envolvidos em crimes estão sendo investigados na região por policiais civis de São Miguel do Guamá sob comando do delegado Ronaldo Lopes e por policiais militares sob comando do major Roberto França. As operações seguem determinação da Diretoria de Polícia do Interior e da Superintendência Regional da Polícia Civil de Castanhal.

terça-feira, abril 15, 2014

Assassinato em São Miguel do Guamá assusta a população.

Mais um homicídio se registrou em São Miguel do Guamá, no nordeste Paraense, o fato aconteceu por volta das 18 horas de sexta feira dia 11, o assassino chamou a vitima estava no portão de uma marcenaria localizada no Bairro Padre Ângelo, na periferia de São Miguel, o acusado foi logo efetuando vários disparos contra vítima que não teve chance de defesa e teve morte instantânea. 



Segundo informações amigos da vitima, Paulo como era conhecido, ele era uma pessoa muito querida e até agora todos estão surpresos com fato. Mas a Polícia já está investigando o caso e a qualquer momento pode prender o homicida.

 

Fonte: Blog do Wellington Dias 109

segunda-feira, abril 14, 2014

Sequestro em Peixe Boi e morte em Irituia



Um sequestro seguido de morte foi o desfecho de uma ação insensata envolvendo um ex-relacionamento, na tarde de quinta feira dia 10, no município Peixe Boi, região nordeste do Pará, em que o sequestrador, Luís Neves, atirou em sua vítima e depois deu um tiro em sua própria cabeça, vindo a falecer instantaneamente, enquanto que a vítima foi transferida para o Hospital Metropolitano.

A ação

Eram por volta de 17 horas de quinta feira, dia 10, quando um homem de nome Luís Neves, desceu de um carro Gol preto em frente á uma farmácia, na praça central de Peixe Boi e levou sobre ameaças, sua ex - companheira Lucélia, conhecida como “loura”, pra rumo ignorado. Lucélia atualmente vive maritalmente com Antônio, proprietário da farmácia.

Serviço de inteligência

De posse da vítima o sequestrador disse por telefone ao marido da vitima que ele encontraria Lucélia, morta em algum ramal. Antônio avisou imediatamente a polícia de Capanema, que entrou em contato com o Delegado Augusto Damasceno, Superintendente da Polícia Civil da Zona Bragantina sediada em Capanema, que passou á monitorar um celular GPS do acusado, sendo confirmado que o sequestrador se encontrava no Motel KAKI na Rodovia PA 253, entre a cidade de Irituia e vila do Km 14, município de Irituia.

A Negociação com o sequestrador


Uma Diligência sob o comando da Delegada Vanessa Lee Pinto Araújo, da delegacia de Capanema, iniciou uma negociação de resgate com o sequestrador, com a ajuda da Polícia Civil de Irituia. Segundo a delegada, chegando ao local, escutaram gemidos, vindos do quarto que se encontrava fechado, dando a impressão de que alguém, provavelmente a vítima, estava sendo estrangulado. Neste momento a polícia anunciou, do lado de fora, sua presença. Neste momento ouviram-se dois disparos de arma de fogo, e, em seguida, um silêncio. A polícia invadiu o local encontrando as duas pessoas atiradas ao chão. As vítimas estavam com perfurações de bala. Tendo atingido a cabeça. Sendo que Luís já se encontrava desfalecido enquanto Lucélia ainda mostrava sinais de vida.

Entenda o Caso

Lucélia viveu um relacionamento conturbado com Luís na comunidade do Glória, zona rural do município de São Domingos do Capim, mas ela já estava separada, segundo informações da Polícia, motivada pelo ciúme excessivo do ex-companheiro, que constantemente lhe causava constrangimentos e ameaças inclusive com arma de fogo. Ao separar-se começou outro relacionamento com Antônio e vieram morar há cerca de dois meses em Peixe Boi. Luís passou á procurá-la por várias cidade da região, até encontrar Lucélia em Peixe Boi.

Pelo fato da rápida localização dos componentes dessa ação, a operação foi considerada um sucesso, devido ao fato de que a rápida ação policial evitou um mal maior disse o delegado Augusto Damasceno.


Fonte: Blog do Odecy Guilherme

sexta-feira, abril 11, 2014

Assaltantes são presos ao tentar assaltar policiais á paisana em São Domingos do Capim.




Quatro assaltantes foram presos no sábado, dia 5 à noite, ao tentar tomar em assalto celulares de dois policiais militares que estavam á paisana, durante o 14º Festival da Pororoca em, São Domingos do Capim, região nordeste do Pará.

Os policiais estavam caminhando até uma praça, próximo ao local do Festival, em busca de sinais de operadoras, para fazerem ligações. Quando começaram á ser seguidos por bandidos, ao perceberem que os mesmos portavam aparelhos celulares.

Ao chegarem na praça, receberam o anúncio do assalto, quando imediatamente reagiram e prenderam os dois marginais, que foram levados até a Delegacia de Polícia de São Domingos do Capim.

Após serem pressionados, eles confessaram que são do município de Marituba, e que vieram ao município, para praticar assaltos e furtos durante o Festival da Pororoca. Eles estavam em companhia de mais dois elementos, que após as investigações, a polícia de são Domingos descobriu que os quatro elementos possuem passagens pela polícia. Os presos foram transferidos para Marituba para maiores averiguações.

Fonte: Portal JNP

quinta-feira, abril 10, 2014

Preso passageiro portando identidade falsa do Exército

Acusado disse que comprou carteira para entrar de graça em festas


Policiais Rodoviários Federais prenderam nesta quarta-feira (9), no município de Santa Maria do Pará, um homem identificado como Carlos Augusto R., de 20 anos. Ele apresentou documento falso durante fiscalização na rodovia BR-316.

O ônibus intermunicipal da empresa Boa Esperança de linha Belém-Paragominas foi abordado pelos agentes da PRF, no km 100 da BR-316. Durante a fiscalização, os agentes suspeitaram da Carteira de Identificação do Exército Brasileiro apresentada pelo passageiro, que estava trajando uma camisa usada pelos 'Boinas Verdes', se identificando como soldado Luis Carlos Alves Silva.

O documento apresentava visíveis sinais de adulteração e após uma averiguação mais aprofundada, o passageiro confirmou que o documento era falsificado, que tinha comprado pelo valor de R$ 20,00 no município de Vigia do Pará e que teria adquirido para embarcar em ônibus e entrar em festas sem precisar pagar por isso. O passageiro havia embarcado no ônibus usando o documento falso para não pagar pela passagem em Castanhal e iria para São Miguel do Guamá.

Após a confirmação do crime de porte de documento público falsificado, o condutor foi preso e encaminhado à Policia Civil para instauração de inquérito policial, que irá apurar a prática de tal crime.

Fonte: Por: Redação ORM News com informações da PRF  
ORM NEWS

terça-feira, abril 08, 2014

Acidente tragico vitimou uma crianca em São Miguel do Guama



Acidente trágico por volta das 17h30 de hoje, vitimou uma criança de aproximadamente 08 anos de idade, próximo do Quartel da Polícia Militar, onde segundo relatos de curiosos, a criança teria perdido o controle da bicicleta e ao cair o caminhão passou por cima de sua cabeça. A equipe do Hospital Municipal realizou todos os procedimentos mas a criança veio a óbito.
 
Fato lamentável, mas faz parte do trabalho do DiG que é de informar.

Fonte: Wellington Dias

Pedido de prisão já era esperada por policiais



Pedido de prisão já era esperada por policiais (Foto: Mauro Ângelo)
(Foto: Mauro Ângelo)
A solicitação da prisão preventiva dos líderes do movimento da Polícia Militar já era esperada pela categoria.

O sargento Aelton Costa, do 6º Batalhão da Polícia Militar, disse não estar surpreso. "Essa atitude era aguardada, porém isso não irá mudar nada. Vamos continuar aqui, até que o movimento chegue ao fim e isso só irá acontecer quando o governo negociar com a gente", explica.

Ele diz ainda que os líderes permanecerão no 6º Batalhão até o final do movimento. "Se sairmos daqui eles podiam prender a gente em trânsito. Caso eles queiram cumprir esse mandado, terão que executar a prisão dentro do batalhão".

A prisão preventiva foi solicitada pelo Ministério Público do Estado do Pará nesta segunda-feira.


fonte:  
Diário Online